Best shot (melhor de mim)

Quando você não encontrar o caminho certo pra casa, quando o dia estiver cinza e você não souber o quão maravilhoso isso é, quando a solidão dançar valsa ao seu redor, e o brilho parecer desaparecer daqueles rostos, quando a vida parece insólida e o mundo parecer girar mais devagar, quando estiver por si só, quando seu coração estiver tão bagunçado quanto meu quarto, quando seu céu escurecer e você não conseguir dá mais um passo… Eu estarei aqui dando o melhor de mim, pois sou o apoio que impede seu mundo de desmoronar, a estrutura que sustenta o seu mundo, a proteção que atua quando suas barreiras rompem, o plano B, a escada, a saída de emergência …

E quando o sol brilhar e pequenos aviõezinhos de papéis traze-lo a mim, talvez seu dia melhore e em uma conversa em um barzinho no fim de tarde troquemos sorrisos e o destino escreva em um guardanapo de papel o inicio da nossa historia.

Anúncios

Not today…

me sinto só, mas que sei não estou, pois levo você no pensamento…

Hoje não percebi o tempo passar, estava preocupada tentando disfarçar a minha vontade de chorar

Ontem à noite eu chorei, foi a primeira vez que eu fui sincera comigo mesma. Foi a primeira vez em anos que eu admiti o que estava pensando, sentido e fazendo… eu abri o meu coração e deixei todas as portas escancaradas, melhor! Eu te mostrei tudo o que tenho, cada sujeira, cada poeira jogadas pra debaixo do tapete, cada palavra que eu tinha medo de falar, todos os segredos, todas as meias verdades, tudo.

Eu sabia que hoje era um dia importante, mas eu só compreendi o porque ontem, quando me dei conta de que estava revivendo o que você viveu naquele mesmo dia a muito tempo atrás, quando minha fé gritou mais ato e a venda que estava no meus olhos me deixou ver você. Eu não consegui manter as mascaras, e mesmo correndo o risco de ser rejeitada, coisa que eu já deveria saber que você jamais faria comigo, eu me expus, com todos os defeitos, com cada falha, porque eu precisava te mostrar minha essência.

Nunca me entreguei dessa forma a ninguém, mas quando acordei hoje minha alma estava toneladas mais leve. Eu sabia de tudo o que você precisou fazer pra que eu pudesse sentir esse alivio, e mesmo não querendo, não devendo eu não consegui não chorar. Eu sequei as lágrimas e fui pro mais sossegado cantinho dentro de mim, e vi você me pedindo pra não chorar, me pedindo pra acreditar.

Eu fui rude e insensata, eu banquei a chata e a desnorteada, me permitir sentir tudo, o medo, a dor e a incompreensão do seu amor. Senti e sinto;

Depois de passar algumas horas pensando em: “Por que algumas pessoas a gente simplesmente não consegue esquecer?” eu cheguei em uma resposta mais aceitável. Embora todos digam que o tempo cura todas as feridas, na verdade ele não cura. Ele apenas ajuda a nos conformar e aprender a conviver com aquela dor. Só depois de você ter superado a perda, que você conseguirá conviver com ela.

Eu vou sempre viver com esse sentimento dentro de mim, eu nunca vou esquecer o que te fiz, o que você me fez. Eu nunca vou conseguir te pagar por todas as maravilhas que me fez, por toda dor que evitou que eu passasse, por tudo que cuidou pessoalmente para me ver sorrir. Nunca vou esquecer que cata gota derramada foi por mim e por isso cada suspiro meu é seu, cada batida do meu coração é por você e cada amanhecer que tenho o privilegio de presenciar é oferecido a você.

Então vou parar de tentar correr mais que o tempo, aproveitar pra retirar aprendizados. Eu sou eternamente grata a tudo que me fez e um um dia vai dar certo, um dia eu vou poder estar ai com você, mas não hoje.

 

 

 

No meio de todos os defeitos, de certa forma eu encontrei em você a perfeição

Ela costumava se perguntar se fazia parte desse mundo, parecia uma peça de xadrez no meio de um jogo de damas.

Ele tinha um jeito hostil, não que fosse bruto, só não sabia o que era ser gentil.

Ela é um livro aberto, com tudo de mais importante sublinhado e bem marcado.

Ele está em volto em mistério, uma nuvem de segredos paira ao seu redor.

Ela amava a todos.

Ele dizia não se importar.

Ela amava ver as folhas caindo no outono.

ele  não resistia ao desabrochar das flores na primavera.

E então eu te conheci, me apaixonei, parei de usar “eu” e “você” e passei a usar “nós”. Parei de usar “meu” e “seufuturo, e passei a usar “nossofuturo.

quem diria que a Bela e a Fera formariam um belo casal no final.

Na prateleira livros, no coração historias

Os dias nem sempre eram fáceis, as vezes as horas pareciam não passar, as vezes o dia chegava ao fim tão rápido que mal dava pra notar. Mas dias bons ou ruins sempre terminavam com uma boa leitura.

Deitar na sua cama macia e pegar um dos livros que estava empilhado no seu criado mudo e o cheirar antes de finalmente abri-lo era um habito excitante para ela. Abria delicadamente e tirava o marcado que acabava indo parar no seu travesseiro. As horas passavam tão rápido, e a velha desculpa “só mais um capitulo” era repetida noite a dentro.

Não gostava de balada, lugares barulhentos nunca foram sua primeira opção. Um café e um livro em um cantinho silencioso poderia ser seu significado de paraíso. Nunca foi muito de gente, namorado não fazia parte do sue sonho de vida, mas não se deixe enganar, ela tinha coração. Um coração maior do que as pessoas suporiam. Havia muita coisa armazenada nele, em quilômetros de prateleiras altas e ocultas.

Entre as pilhas de livro, marcadores, cadernos, jujubas e porta lápis ela reservava sempre um banquinho, que as vezes ficava acumulado de livros, mas que por vezes ela o desocupava, a espera de que alguém de carne e osso o ocupasse. Quem sabe o que poderia acontecer, talvez ela pudesse finalmente contar suas histórias, ou talvez ela a levasse para conhecer seu mundo. Aquele que só ela vê.

#momentonostalgia 

Hoje ia ser mais uma daquelas noites meia boca, regrada a Netflix e doce comprado escontondido. Mas aí, a partir de um livro que eu achei que ninguém mais tinha lido e que eu era a única alucinada que o tinha lido, voltamos ao passado. 

E que passado! Das brincadeiras de infância aos micos da escola !  coisas que juramos guardar pro resto da vida e que hoje não passa de uma história muito engraçada . Estranho como naquela época parecia o fim do mundo ! 

Das brincadeiras eu não me lembro muito ,  mas você lembra várias. Eu era muito quieta ,  você muito agitado. Não era de pique , mas você era de pegue . 

Micos com amigos e professores nada convencionais . 3 buracos e uma história , nem um senso de noção e hora marcada pra ficar. 

Saudades que ficam em não vão passar. história nossas histórias , dias de luta dias de glória ! 

Vamos falar de afeto

Chega mais perto que hoje vamos falar de afeto. E não estou falando de amor, apesar que ele também vai ser citado, mas sim dessa coisa gostosa que a gente sente quando percebe que é amado.

Já teve um daqueles dias de cão? Do tipo que nem o sol te dá bom dia e que o café insiste em manchar sua camisa? Eu sei Todo mundo já teve. Pois é, não dá pra escapar. Mas sabe quando você ta pela ultima gota, prestes a explodir, e vê uma criança te olhando com pureza, ou alguém é gentil, ou você olha pro lado e vê uma flor, ou tantas outras pequenas coisas que geralmente não são notadas, mas que naquele momento aliviam a válvula da panela de preção e você aos pouquinhos percebe que o mundo não é tão ruim assim? Isso é amor!

Você acha que não? Então quer dizer que só a gente ama? Pois saiba que não! A vida também ama, e é no afeto que ela prova esse amor.

As vezes você está andando e sente aquela brisa gostosa, e parece que o momento te abraça. Isso é afeto!

E quando você abaixa a cabeça e sente que alguém ta olhando e não é incomodo, é até meio reconfortante sabe? Isso é afeto!

Quando alguém sorri pra gente e aquele sorriso salva o mundo. Isso é afeto demais!!!

Quando mechem no nosso cabelo e bate aquele sono. Afeto!

Quando mesmo de longe alguém se importa, quando recebe uma mensagem, ligação ou algo do gênero com coisas do tipo: “você está bem?” “Como foi seu dia?” “tenha um bom dia/tarde/noite” “acredito em você!” ou um simples “oi”. Isso salva almas!

Existe afeto no mais singelo dos gestos. Numa piscada delicada, num abraço apertado, numa gargalhada, num pedido de desculpas, num “até logo”, em um “deixa, hoje eu pago a conta.” Numa musica, na chuva que lava a superfície da alma. Num simples encaixar de mãos, em um elogio, em um respirar perto da orelha, em um beijo de até logo, em um texto falando de afeto…

Isso tudo é afeto, e se você me disser que não se sente amado durante isso, chega mais perto que lhe darei um afeto!

-Com carinho

Não prestei atenção

Eu juro que não notei!

Sei que qualquer coisa que disser não vai adiantar de nada, você já esta ferido e eu… bem, eu não sou, se não a culpada, de tudo, ou quase tudo…

Antes…

não me leve a a mal, eu realmente quis ler a batalha do apocalipse até o fim, tentei algumas vezes, a história é boa, falo sério! Eu gosto da ideia de anjos na cidade do Rio, o relacionamento entre os personagens principais me chamaram atenção, a queda dos anjos,  a batalha… enfim, muita coisa, mesmo assim, não consegui terminar…

Por que estou falando sobre isso?

bem, acho que porque foi quando eu deveria ter percebido. Você sempre me apoio, SEMPRE! Nunca falou ou fez nada que não fosse pra me apoiar. Sempre foi doce e gentil comigo, me fez rir, fala besteira, cantar, contar meus segredos… me fez me abrir pro mundo, um mundo novo, um mundo que eu não conhecia… e no dia do livro foi a primeira vez que você falou de outra garota.

não sei se foi intencional ou não, mas você falou dela, e no inicio eu pensei que você poderia finalmente estar gostando de alguém e fiquei tão feliz por você, queria te abraçar… mas logo você veio todo animado me falando do livro me pedindo pra ler e tudo mais… um livro que ela te indicou, um livro que era importante pra ela, que ela queria que você lesse porque queria estabelecer uma conexão com você , porque queria ter algo pra dividir com você… e você quis dividir comigo.

Agora…

Quando para pra pensar em todas as nossas conversas, não há um só momento em que você não estivesse tentando me falar o que sentia, e eu cega, nunca percebi… essa é minha culpa, não ter notado. Talvez eu pudesse evitar, talvez sabendo pudesse ficar longe, talvez, talvez, talvez… a verdade é que não dá pra voltar no tempo, e preciso resolver isso agora.

Peço desculpas pelo o que não disse, sei que queria que fosse reciproco, mas… mas eu não posso retribuir o que sente por mim. Eu queria poder, mas não cabe a mim. Eu peço desculpas por ter dado a entender algo, por, sem querer, ter alimentado algo, por não ser o que você sonhou…

Se pudesse tirar sua dor eu tiraria, mesmo que isso custasse minha paz. Não é pena, jamais sentiria isso por alguém,  é amor, uma forma diferente da que você gostaria, mas também uma forma de amar. Por te amar lhe quero bem. Por te amar sonho que encontre a pessoa que vai verdadeiramente compartilhar uma boa leitura com você, ao invés de inventar desculpas pra não ler um bom livro.

 

 

It is winter, but the station is now spring

Lorde Stark estava frente a frente com a rainha, ela não negou quando ele disse que sabia a verdade, mas não aceitou seus encantos…

A ficção continua, mas tive que voltar pra realidade, os deveres me escarneciam por ser tão avoada, por quase me esquecer, quase… eu jamais esqueceria.

Apesar de estarmos no inverno (minha segunda estação favorita do ano) hoje é primavera! No clima mais propicio pra uma pegação matinal, daquelas que te deixa com um sorriso malicioso no rosto o dia todo, comemora o dia em que o mundo deixou de ter paz! Comemora o seu aniversário

f24b37092652c33cbc209e27200b1501.

Bom, quando comecei a fazer esse texto, pensei que me viriam mil elogios a cabeça e que era só escrever. Mas quando peguei o computador  pra começar a escrever, percebi que não ia ser fácil assim. Por que é fácil contar uma história, é fácil criticar, é fácil narrar, mas não é fácil colocar no papel todo o carinho, respeito e admiração que a gente sente por uma pessoa. Não é fácil te descrever e nem descrever o quanto sua amizade significa para mim. Era pra ser fácil, não? Já faz um tempo que você vem enchendo o meu saco, já discutimos, já apoiamos um ao outro… mas não me canso de ouvir suas historias, estórias, suas crônicas, nem de me surpreender com seus amores de fases (risos)! Você tem um coração gigante, energia contagiante e uma alma boa. As vezes, quase sempre, viaja pra além dos mundos em que sonho viver, assume ser um tarado incorrigível e esquece que não sou um garoto. Mas felizmente não chega a ser de todo um caso perdido, tem seus momentos de Insight. Essa é sua essência, conserve sempre dentro de você, por que hoje em dia essas coisas são raras e também especiais.Nunca deixe de ser esse idiota apaixonante e raramente esperto.  Não abra o coração para todos, nem todo mundo merece ver o que tem ai dentro! Conserve esse coração de menino, mas deixe uma barba crescer nesse rosto por favor! Mas agora, voltando ao fato de que é o seu aniversário, queria te desejar tudo de melhor que o mundo pode te oferecer, pois você merece. Espero que tenha muita paz, saúde, amores, alegrias, realizações e que vivamos muitas loucuras memoráveis. Feliz aniversário!

O anel de Claddagh (Amizade, amor e lealdade)

Quando tentamos ficar juntos, milhares de desculpas foram motivo para não continuar tentando, nos afastamos, nos encontramos, tentamos novamente, outras tantas desculpas… Mas o nosso destino sempre foi ao lado um do outro…

Esses dias, cá estava eu sentada mergulhada no mundo ilusório de Douglas Adams, eu com certeza o amo, quando ouvi, num filme da seção da tarde, sobre um anel que representava a amizade o amor e a lealdade. Louca de curiosidade pesquisei sobre o assunto e não poderia ter amado mais essa historia.

  O anel de Claddagh ( irlandês : Chladaigh fáinne) é um tradicional anel irlandês dado como símbolo de amor ou usado como um anel de casamento. 

 As características: duas mãos segurando um coração com uma coroa. O coração representa o amor, as mãos representam a amizade e a coroa representa a lealdade, elementos estes de fundamental importância em um relacionamento sadio.

Claddagh é um  anel que pode ser usado como símbolo de uma grande amizade, relacionamento, eternidade, noivado, casamento dependendo da intenção do usuário, ele deve ser dado como presente.

ana-passos-joias-anel-claddagh-irlandc3aas

 Há três formas tradicionalmente aceitas de usar o anel que pode ser sinal de status de relacionamento com alguém ou não:

1-  Quando usado no dedo anelar direito, com a ponta do coração apontando para a ponta do dedo, o usuário é livre de qualquer apego.

 2- Sobre o mesmo dedo com a ponta do anel virada para o seu coração, ele sugere que o usuário está envolvido romanticamente, ou esperando alguém muito especial.

3- Quando o anel está no dedo anelar esquerdo com a ponta do coração apontado para o coração do usuário, é por que esta pessoa esta seriamente comprometida, seu coração já tem dono e o amor esta em sua vida.   

O anel de Claddagh continua sendo usado, principalmente por aqueles de descendência irlandesa, como um símbolo cultural e como anéis de noivado e casamento. O anel de Claddagh tem uma grande importância em muitas famílias por suas gerações, pois eles são passados de mãe para filha de geração para geração.

A história do anel de Claddagh remonta a mais de 300 anos. A pequena vila de pescadores na Irlanda chamada Claddagh foi onde a tradição dos anéis Claddagh começou. A palavra Claddagh  vem do termo irlandês “Uma Cladach” que significa “terra plana de pedra ‘.Esta era uma vila bonita e antiga, com ruas tortuosas e pequenas casas de barro com telhado de palha. A modernização mudou tudo isso agora, mas a tradição do anel de Claddagh ainda vive na Irlanda e em várias partes do mundo. 

270048_663523903661564_575969791_n

 História de origem do anel 

A história da origem do anel de claddagh começa com um jovem de Galway pelo nome de Richard Joyce deixando o seu verdadeiro amor em terras Irlandesas para fazer a sua fortuna nas Índias Ocidentais. Quando ele navegou em direção ao seu objetivo, seu navio foi capturado por um bando de piratas e ele foi vendido como escravo para um rei mouro.

 Através dos muitos anos de serviço para o rei, Richard aperfeiçoou a arte de fazer jóias, tornando-se um mestre artesão e ganhando o respeito e a admiração de seu mestre.  Quando o rei William III negociou a liberdade dos escravos em 1689, o mouro ofereceu a Richard a mão de sua filha e um dote saudável em cima disso. Mas Richard recusou pois o seu coração ainda estava na Irlanda.
 
 Voltando a Galway, Richard descobriu que sua amada tinha permanecido fiel a ele durante todos aqueles anos. Em tributo a seu verdadeiro amor, ele criou o anel de Claddagh. As duas mãos representam a sua amizade. A coroa significa a sua lealdade.  O coração simboliza o amor verdadeiro. Richard encontrou sua amada e apresentou o Claddagh primeiro a ela, como seu anel de casamento. E os dois viveram felizes para sempre nunca mais se separaram novamente.

 Esta lenda da história Claddagh é verdadeira na história da Irlanda. Sendo que os primeiros exemplares encontrados do anel de Claddagh, á cerca de 300 anos atrás, tem as iniciais de  Richard Joyce. A maioria dos estudiosos e pessoas comuns acreditam que a lenda do Sr. Joyce é a verdadeira origem da história  do anel de Claddagh. 
1e265e55c5037183ffa2db0ff7aa77f5




Gostei muito da história e já estou esperando o meu, ele deve ser ganhado, espero ser digna de tanto amor, lealdade e amizade.

-Com amor… amizade e lealdade

Prato do dia…

Sabe quando você acorda com vontade de comer algo diferente? Algo que não existe,  ou que se existe, ainda não foi patenteada? Pois é. Acordei assim Hoje, e por ser um dia especial resolvi fazer um prato novo pra comemorar. Sempre é bom comemorar com  comida.
Pra receita de hoje pensei em alguém por quem tenho grande estima e que é alguém que AMA comer. Uma pessoa que de tanto me ensinar acabei por atender! Uma grande pessoa, uma excepcional mulher, a melhor amiga, a esfomeada…
Mas sem mais delongas.

image

Um pouquinho de Kat
OS INGREDIENTES SÃO:
1 Kg de amor
1 lata de bom humor
8 colheres de simpatia
1 litro de alegria
6 colheres (sopa) de confiança
1 xícara de respeito
1/2 de carinho
Raspas de gentileza
Paciência a gosto e aquele “toc” de brutalidade que só você tem.
MODO DE PREPARO:
Misture tudo até obter uma mistura homogênea. Despeje numa travessa de vida coloque pra assar a 150¤ no calor do coração e sirva com afeto!

DICA:
pode ser servido com felicidade à moda, uma porção de carinho,  paz ao ponto,  amor à gosto e saúde à vontade.
É necessário estar sempre bêbada… de vinho, poesia ou de virtude. Como achares melhor. Contando que vos embriagueis.

image

-Com todo o meu amor